Um espaço para compartilhar ideias, momentos, informações, carinhos e emoções!!


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

BC Uma imagem - 140 caracteres: Enfim, a liberdade, ou não.

Uma bela imagem, já tinha admirado semana passada quando no Momento reflexão, tive a mesma impressão de agora. 
Quantas vezes pensamos em nos despir das nossas amarras sociais, familiares, religiosas, enfim coisas que nos impedem de dizer ou fazer algo porque não é correto, porque pode magoar alguém ou ainda pode ser "pecado" e nos levar a "arder no fogo do inferno". Confesso que esse pensamento me ocorre muitas vezes. Pensando nisto, minha participação ficou assim:

 Tirei as amarras que me prendiam, soltei o pássaro engaiolado, dei e busquei a liberdade, convenções,gaiolas, nunca mais. Doravante, livre!

A segunda imagem proposta pela Silvana é apropriadíssima para o momento. Porque é carnaval?
 Nãããooo! Porque é assim que estou me sentindo em relação ao momento"carnaval" da política brasileira.



Somos cidadãos brasileiros, vestidos de palhaços, equilibrando-nos à espera do próximo trio elétrico,  próximo bloco da “república Brasil”.


Vamos ao blog da SILVANA e ver as demais interpretações da imagem? Clica no nome dela e confere.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

BC Sementes da Chica: leitura

Há leitura de livros, há leitura do consumo de água e luz, há leitura que se faz de uma imagem, há vários significados para a palavra leitura. Acredito que a proposta da Chica seja para escrevermos uma frase com a palavra leitura como hábito saudável e indispensável para o desenvolvimento intelectual de crianças, jovens e adultos. Pois bem:

A prática da leitura nos torna sábios. 

Outras participações há no blog da CHICA, passa lá!

sábado, 18 de fevereiro de 2017

BC Uma imagem - 140 caracteres: Romantismo e cumplicidade.

Adorei a imagem de hoje! Adoro alamedas, o cenário é inspirador. Imagino que vamos ler lindas interpretações na BC de hoje. 
Num primeiro momento pensei em tomar as dores do noivo que devia estar arrependido de ter concordado com a romântica ideia da noiva, ri muito ao imaginar o que estaria passando pela cabeça dele. Consegui desviar desta linha e escrevi assim:

A chuva os surpreendeu, planejaram chegar de bicicleta à cabana para a lua de mel. Romantismo e cumplicidade foram fundamentais no momento.

Vamos ver as demais participações? Basta clicar AQUI.


sábado, 11 de fevereiro de 2017

BC Sementes diárias: a palavra é alegria.

A alegria da folia de Momo se aproxima, muitos preparativos - bem menos do que outrora - fantasias, máscaras, confete, serpentina, muita música, menos nudez (isso é bom!), muita bebida (isso já não é bom!), enfim, o carnaval está chegando e vamos deixando meio de lado as agruras do dia a dia.
Enquanto o carnaval não chega, lá vai minha participação na BC do Sementes:

Com estes desmandos é difícil sentir alegria.

Lá no blog da CHICA há muito mais, vamos ver?


sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

BC Uma imagem- 140 caracteres: Parceria.





Lindo entardecer! Agora vamos combinar,  imagem que dificilmente veríamos nos dias de hoje, onde é que uma criança poderia andar numa rua deserta como essa, nesse horário e  com duas bicicletas?
Deixando de lado a conjuntura violenta dos nossos dias, pensemos que a imagem é atual e  em algum lugar onde a calma, segurança e tranquilidade ainda existem.

Parceiro, emprestou uma bicicleta para seu melhor amigo, depois de muito andarem, ao anoitecer, voltou para casa, cansado, suado, mas feliz !

Qual terá sido a interpretação dos demais seguidores da SILVANA e da MARI? Vamos conferir?

P.S. Já comentei com vocês sobre a minha dificuldade em andar de bicicleta? É vergonhoso ou pelo menos, hilário - eu não sei fazer curva de bicicleta, só sei andar em linha reta kkkk





quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

BC Simplesmente Lindalva: Meu carnaval.

Como é bom recordar! Era 22 de fevereiro de 1966, ainda  noivos, brincávamos as 3 noites de Carnaval e mais a noite do enterro dos ossos no Clube Atiradores Esportivo no sopé do morro em Santa Maria.( Olhem só a magreza da dupla! kkkkk)
Formávamos uma turma de mais ou menos umas 15 pessoas, "pulávamos" a noite toda embalados pelas marchinhas: Mamãe eu quero, Me dá um dinheiro aí, As águas vão rolar, Índio quer apito e outras tantas que não me ocorrem no momento. aos primeiros acordes da bandinha lá íamos nós seguindo a turma da folia em torno da pista. Braços erguidos, confete e serpentinas para o alto, muita animação.
Terminado o baile, o dia clareando, descíamos a rua Sete de setembro até a casa de um dos parceiros para o café da manhã compartilhado.
Velhos e bons tempos!
Será assim também agora? Sei que as músicas são outras, muito axé, funk, Anita, MC qualquer coisa e por aí vai, mas as turmas também se divertem, cada um no seu quadrado!
Bom carnaval a todos!!
As águas vão rolar, garrafa cheia eu não quero ver sobrar ....
Mamãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero mamar...
Ei você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí ...
Eeeee, índio quer apito, se não der pau vai comer...

domingo, 5 de fevereiro de 2017

BC Sementes diárias: terraço.

Durante toda a minha infância, juventude e um bom tempo da minha vida adulta morei em casa com pátio,sempre gostei muito de sentir o vento, olhar as estrelas à noite, perceber quanto de paz isso pode trazer. Algum tempo depois a casa com pátio deixou de ser a minha forma de morar, coisa de cidade grande e sinal dos tempos. Os terraços dos prédios e, os há com várias funções, podem substituir aquele espaço amplo dos pátios.

  No terraço vejo estrelas e sinto paz.